terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Estudantes de Belo Horizonte conquistam meio passe



Depois de 25 anos de luta, os estudantes - organizados pela AMES-BH, grêmios estudantis e DCE’s - conquistaram a aprovação do projeto de lei do meio passe para os estudantes. O projeto foi votado em 2º turno na Câmara Municipal de Belo Horizonte, na segunda-feira, 20 de dezembro.

Essa foi uma conquista histórica do movimento estudantil, já que Belo Horizonte era a única capital em que os estudantes não possuíam nenhum direito a passe nos transportes, sendo que em três capitais o direito ao passe livre já é uma realidade. A aprovação do meio passe foi fruto de inúmeras manifestações, atos públicos e vigílias que pressionaram a Câmara para essa aprovação.

Segundo o projeto aprovado, a distância entre a escola e residência do estudante deve ser de 1 quilômetro, o acesso ao passe poderá ser garantido a estudantes de todos os níveis, e será criado um conselho de fiscalização com a participação da AMES-BH.

Tudo isso foi arrancado pela luta dos estudantes, já que o projeto apresentado pela Câmara previa só possuiriam o direito, aqueles que cursam o ensino médio, cujas famílias estejam inscritas em programas sociais do município. Além disso, deixava nas mãos dos empresários e da Prefeitura o controle sobre o direito, pois não dizia como seria a fiscalização, além de não citar quanto dinheiro seria destinado ao meio passe.

Durante todo este período, ouvimos vários prefeitos e vereadores dizendo que essa conquista era algo impossível, mas isso nunca nos desanimou. A cada momento construímos atos mais ousados, que resultaram nesta aprovação, provando mais uma vez que a luta organizada e consciente pode vencer a vontade dos empresários e do governo.

Mesmo com nossos avanços no projeto, a Câmara passou por cima dos estudantes mais uma vez, e sequer colocou em votação a emenda que garantia a fiscalização através da carteira de estudante. Também não foi aprovada a subemenda 3, garantiria o meio passe em um dia nos finais de semana, votação na qual mais de 15 vereadores se abstiveram (não quiseram votar) . Isso só demonstra o quanto a Câmara é submissa à vontade da Prefeitura e dos empresários, que sempre negaram o meio passe aos estudantes.

Essa situação prova que ganhamos uma batalha, mas ainda há muito a ser feito. Não podemos aceitar iniciar 2011 sem o meio passe em BH. Ainda esse ano, precisamos arrancar da Prefeitura de Belo Horizonte o compromisso de investimentos para que todos sejam beneficiados e que a carteira de estudante da AMES-BH seja a forma de acesso dos estudantes ao meio passe e principalmente que o projeto seja assinado pelo Prefeito.


De 45 vereadores eleitos em Belo Horizonte, 36 estiveram na votação.

-Votação do projeto substitutivo-


Vereador____________________Voto
Adriano Ventura__________________Sim
Alexandre Gomes_________________Sim
Anselmo José Domingos_____________Sim
Arnaldo Godoy___________________Sim
Autair Gomes____________________Sim
Bruno Miranda___________________Sim
Cabo Júlio______________________Sim
Chambarelle_____________________Sim
Daniel Nepomuceno________________Sim
Divino Pereira____________________Sim
Edinho Ribeiro____________________Sim
Fred Costa_______________________Sim
Gêra Ornelas_____________________Sim
Geraldo Félix_____________________Sim
Gunda__________________________Sim
Hugo Thomé______________________Sim
Iran Barbosa______________________Sim
João Oscar_______________________Sim
João Vitor Xavier___________________Sim
Leonardo Mattos___________________Sim
Maria Lúcia Scarpelli________________Sim
Moamed Rachid___________________Sim
Paulinho Motorista_________________Sim
Paulo Lamac______________________Sim
Preto___________________________Sim
Reinaldo - Preto Sacolão______________Sim
Ronaldo Gontijo____________________Sim
Sérgio Fernando___________________Sim

SIM - 31
NÃO - 0

APROVADA


-Votação da subemenda 3-
Que garantiria duas meias passagens em um dia do fim de semana

Adriano Ventura______________________Sim
Alexandre Gomes_________________Abstenção
Anselmo José Domingos_____________Abstenção
Arnaldo Godoy________________________Sim
Autair Gomes_____________________Abstenção
Bruno Miranda________________________Sim
Cabo Júlio____________________________Sim
Chambarelle__________________________Sim
Daniel Nepomuceno_____________________Sim
Divino Pereira_________________________Sim
Edinho Ribeiro____________________Abstenção
Fred Costa___________________________Sim
Gêra Ornelas_____________________Abstenção
Geraldo Félix_____________________
Abstenção
Gunda__________________________
Abstenção
Hugo Thomé______________________
Abstenção
Iran Barbosa__________________________Sim
João Oscar_______________________
Abstenção
João Vitor Xavier_______________________Sim
Leonardo Mattos___________________
Abstenção
Maria Lúcia Scarpelli________________
Abstenção
Moamed Rachid___________________
Abstenção
Paulinho Motorista______________________Sim
Paulo Lamac__________________________Sim
Preto___________________________
Abstenção
Reinaldo - Preto Sacolão______________
Abstenção
Ronaldo Gontijo____________________
Abstenção
Sérgio Fernando________________________Sim

SIM - 15
NÃO - 0
ABSTENÇÕES - 15

REPROVADA

9 comentários:

caio jose disse...

Alguém terá que pagar a diferença , incluindo os prórpios alunos .
As empresas de ônibus irão aumentar os preços da passagem de forma que o ganho continue similar .
Os pais dos alunos passarâo a pagar mais caro , o que diminuíra o dinheiro para os próprios darem aos filhos .
Sem contar o tanto de trabalhadores pobres e sem filhos que terão ainda menos dinheiro e nenhum benefício .
Meio passe é piada .

stand-in disse...

PARABÉNS! Só digo isso.

Matheus disse...

Piada é o seu pensamento e o modo como a sociedade simplesmente aceita certos paradigmas.

A respeito da maneira das companhias de transporte 'compensarem' vai continuar fazendo parte da esfera de interesse de quem exige meio passe, que também vai fazer reivindicações para que o preço da passagem para quem não obtém o benefício mantenha-se aceitável.

Belo Horizonte tem uma infra estrutura de transporte ridícula, se prefeitos e vereadores fossem mesmo bons não seria assim.

Impressionante como o povo acha mais fácil pagar, nem ousa discutir.

Anônimo disse...

O Meio Passe é real.
Antes de falarmos que o preço da passagem irá aumentar por causa do meio passe temos que conhecer como vai funcionar o projeto.
O meio passe não mexe(infelizmente) no lucro dos patrões.
O Meio Passe será financiado por investimento público.
Os Tubarões do transporte público vão usar tentar justificar o aumento culpando o meio passe.
Mas temos que entender que isso é uma luta de idéia.
Ele defende o lucro, o ganho.
Nós defendemos o direito do ser humano.

Temos que compreender isso.

Temos que propagandiar isso!

Vem com a gente luta!

Henrique Slytherin disse...

Parabéns!
Não sou de BH, mas estou tentando UFMG esse ano e então, pretendo ir para aí ano que vem. Muito obrigado!

Espero ajudar vocês em outras lutas.

raphael disse...

nao temos que criticar... foi um grande avanço para todos que usam transporte coletivo para ir a sua escola... e se de alguma maneira tentarem recuperar esse dinheiro em outro lugar, nós devemos lutar para que a justiça prevaleça...
de qualquer forma parabens a Ames-BH e a todos que apoiaram o projeto...
faço esse comentario aqui pois sei como eh importante e recompensador a demonstraçao do nosso apoio ;D

joao disse...

Finalmente... Era um vergonha BH ser a unica capital sem passe livre ou meio passe no brasil, para estudantes. O custo de vida ja é caro. o cidadao naum tem dinheiro para arcar com educação de qualidade para seus filhos. Por isso os matricula em escola publica. Sabendo da real qualidade do ensino dessas instituições, alguns vao mais além, procurando escolas publicas de qualidade superior, como colegios federais, por exemplo o CEFET que muitas vezes pode ficar muito longe de casa, tendo q arcar com o custo de ateh 4 passagens por dia... isso eh um absurdo. essa quantia pode ser dobrada ou triplicada dependendo do nº de filhos... quanto essa conta de passagens vai dar, pelo amor d Deus?? O meio passe é uma conquista nossa, dos estudantes, dos pais, por arcar com o custeio de passagens caras de transportes publicos ineficientes e sem qualidade e tbm d estudantes que trabalham, que muitos deles já ganham pouco ainda arcar com despesas de passagens. Parabens a AMES-BH!!!

mcz1964 disse...

Sou mãe de alunos, e sou eu que pago o transporte dos meus filhos para chegarem a escola, a conquista do meio passe é digna de Parabéns, não podemos desistir de lutar para conquistar o que é nosso de direito.Parabéns a AMES-BH!!1

Coruja disse...

Alguém tem que postar sobre o ato de amanhã(21/02)...
vai o resumo mesmo
10 horas na frente da prefeitura
ou 8 horas na praça sete, para reunir o pessoal.

Postar um comentário